Strategy na Mídia

Entrevista Prêmio Top Brazil Quality - Strategy Consultoria

A Strategy Consultoria recebe pelo segundo ano consecutivo o Troféu TOP BRAZIL Quality. Entrevista realizada com José Luiz Cella (Conselho Administrativo) e Raquel Marimon (Presidente) no evento de entrega do prêmio.
Veja Mais

Revista Exame PME (Maio/2015 – Edição 0085)

A Presidente da Strategy, Raquel Marimon, participou da reportagem "Grandes Decisões" veiculada na Revista Exame PME - Maio/2015 - Edição 0085, comentando a respeito de qual cliente deve ser abordado primeiramente, pela empresa mineira Ventrix, que criou um sistema de diagnóstico de doenças cardíacas a distância. Fique por dentro...
Veja Mais

Reunião com representante da Sabesprev esclarece dúvidas sobre planos de saúde

No dia 13 de maio o gerente de Saúde da Sabesprev, Antonio Klaus Mesogedovas, esteve reunido com a Diretoria Executiva e titulares dos Conselhos Fiscal e Deliberativo da AAPS, acompanhado pela representante da Strategy Consultoria, empresa especializada em cálculos atuariais, contratada da Sabesprev, Raquel Marimon, para demonstrar e esclarecer a fórmula e critérios utilizados nos reajustes dos planos Padrão, Padrão A, Executivo e Executivo A.
Veja Mais

Setor reverte queda de rentabilidade

Operadoras investem em programas de prevenção e na venda de planos de co-participação. As operadoras de planos de saúde têm passado por momentos difíceis para se adequar às normas da Agência Nacional de Saúde (ANS) e ainda equilibrar a difícil equação custo/gasto.
Veja Mais

CUSTO DA SAÚDE NO DF É O MAIOR DO BRASIL

Operadoras pagam aos hospitais privados até 45% a mais na internação de um paciente. As consultas, por exemplo, são 8,6% mais caras do que nos demais estados. Por conta disso e da elevada renda familiar, o brasiliense paga o segundo maior preço de mensalidades de planos de saúde. GDF publica decreto que regulamenta assistência médica dos servidores.
Veja Mais

Plano de saúde expulsa idoso

Progressão dos reajustes por faixa etária afasta pessoas com mais de 59 anos do benefício, reduzindo participação no mercado Não é segredo que os planos de saúde são caros no Brasil, onde a renda média ainda é baixa. Tanto é que pouco mais de dois em cada 10 brasileiros consegue pagar por um. Mas o efeito da progressão geométrica dos preços em relação à idade dos beneficiários tem causado estragos consideráveis.
Veja Mais

Saúde com o próprio bolso

O medo de perder clientela está fazendo com que as operadoras de planos de saúde ofereçam sistemas alternativos e mais baratos aos brasileiros. Nos chamados planos co-participativos, o usuário paga uma mensalidade mais em conta. Porém , toda vez que for fazer uma consulta ou exame tem que desembolsar um pequeno percentual do valor do serviço. Como o valor do plano individual está cada vez mais elevado, as empresas estimulam os co-participativos para manter e até elevar a quantidade de clientes.
Veja Mais