GeneOne lança teste que pode evitar quimioterapia desnecessária

A GeneOne, laboratório de genética da Dasa, assinou parceria com a Myriad Genetics e passa a oferecer com exclusividade no Brasil (exceto no Rio Grande do Sul) o EndoPredict, um teste genético que combina informação genética e patológica do tumor. O exame ajuda o médico na tomada de decisão sobre a necessidade, ou não, da quimioterapia pós-cirurgia para pacientes com câncer de mama (RE+ e HER2-).

Atualmente o protocolo padrão para tratar o câncer de mama em estágio inicial envolve a combinação de cirurgia, radioterapia e terapia adjuvante (quimioterapia). Entretanto, cerca de 65% das mulheres com câncer de mama do tipo positivo para receptor de estrógeno (RE+) e negativo para (HER2-), marcadores que aumentam o risco de metástase, podem ser testados com Endopredict. Essa abordagem diminui a necessidade de tratar esse grupo de mulheres com quimioterapia, já que essa indicação pode ser desnecessária.

“Hoje, esse grupo de tumores (RE+ e HER-2-) é tratado com hormonioterapia, juntamente com a quimioterapia. O EndoPredict estratifica com alta precisão o risco do desenvolvimento de metástases em 10 anos, sendo o resultado dicotômico, o que facilita a tomada de decisão, classificando o tumor como pelo risco alto ou baixo e, somente as mulheres com alto risco precisam passar pelo transtorno da quimioterapia”, explica Gustavo Campana, diretor médico de análises clínicas da Dasa.

A decisão pelo tratamento mais indicado continua sendo feita pelo médico, junto com o paciente, examinando os fatores que preveem quanto agressivo pode ser o câncer. O EndoPredict pode ser usado para câncer de mama com até três linfonodos axilares comprometidos, e para mulheres na pré ou pós-menopausa.

Ampliação de acesso ao teste

O EndoPredict tem o diferencial de ficar pronto em até trinta dias corridos, com laudo de fácil interpretação. O paciente recebe o kit e posta, via FedEx, a lâmina do exame, com termo de consentimento, questionário preenchido e laudo do exame anatomopatológico. Se o exame (biópsia ou peça cirúrgica) inicial tiver sido realizado em um dos laboratórios da Dasa, só o questionário e termo de consentimento precisam ser enviados.

“A Dasa está ampliando o acesso, para todo Brasil através de seus mais de 700 laboratórios, a esse exame que tem papel importante na decisão de se fazer ou não quimioterapia em mulheres com câncer de mama dos tipos (RE+ e HER2-). O teste prediz a recorrência de metástase em 10 anos, evitando o enfrentamento, desnecessário, da quimioterapia para cerca de 65% das mulheres com câncer de mama”, finaliza o vice -presidente da área médica, Emerson Gasparetto.

Sobre GeneOne: GeneOne é o laboratório de genética da Dasa, líder em medicina diagnóstica no Brasil, maior empresa do setor na América Latina e 5ª maior no mundo, e está disponível nos mais de 700 laboratórios da marca. Com foco na medicina personalizada e amplo portfólio de testes genéticos, GeneOne investiga predisposição a doenças raras e hereditárias, as denominadas variantes germinativas (células herdadas que aumentam a predisposição para desenvolvimento de doenças) e, também, avaliação de perfil tumoral, com análise de variantes somáticas (erros de divisão celular acumulados ao longo da vida e causados por fatores externos que alteram a genética celular).

Com equipe multidisciplinar altamente especializada, atua nas áreas de Oncogenética, Cardiogenética, Neurogenética e Doenças Raras. O corpo clínico é formado por médicos geneticistas, patologistas clínicos, biologistas, biomédicos moleculares e bioinformatas que coletam, interpretam e analisam os dados gerados no sequenciamento. Para garantir clareza em relação aos resultados dos exames, o corpo científico faz assessoria em genética médica para médicos prescritores. Equipada com metodologias de última geração, GeneOne segue rigorosos padrões internacionais de qualidade e mantem parcerias inclusive para a produção de estudos de ciência básica, clínica e translacional.

Fonte: Saúde Business - 17/12/2018


Data da notícia: 08/01/2019