Artigos

Sobre a utilização do VCMH no reajuste de contratos coletivos

O VCMH é um índice medido pelo Instituto de Estudos de Saúde Suplementar – IESS que expressa a variação do custo médico hospitalar per capita das operadoras de planos de saúde entre dois períodos consecutivos de 12 meses cada.
Veja Mais

Strategy na Mídia - J. L. Cella foi eleito uma das 100 pessoas mais influentes da Saúde no Brasil

A revista Health Care Management realiza em sua edição de maio de 2013, uma edição especial com circulação na Feira Hospitalar 2013, em que destaca as “100 pessoas mais influentes da Saúde no País”. O presidente da Strategy, J.L. Cella foi eleito para ser homenageado pela sua influência profissional no âmbito de consultoria para o setor da saúde.
Veja Mais

Indicadores são ferramentas estratégicas na mensuração de programas de promoção de saúde e de seu impacto econômico nas organizações

Neste exato momento centenas de empresas despendem recursos em programas de promoção de saúde que não trarão resultado algum. E o que fazer? Investir ainda mais pode ser uma das dúvidas das organizações. Porém, um erro estratégico das empregadoras é não medir suas ações. A solução está na adoção de indicadores que apontem resultados, para que se instale a certeza de que o programa de promoção de saúde é o mais adequado àquela população e para que haja o acompanhamento de seu impacto econômico. Quem faz esse alerta é a presidente da Strategy Consultoria, Raquel Marimon.
Veja Mais

SEGUROS, qual importância de um corretor especializado?

Dá-se o nome de seguro a todo contrato pelo qual uma das partes (segurador) se obriga a indenizar a outra (segurado) em caso de ocorrência de determinado sinistro, em troca de um prêmio de seguro. Associamos o seguro a um conhecido dito popular: “é melhor prevenir do que remediar”.
Veja Mais

Reajuste de Contratos Coletivos

O contrato coletivo é um dos mais importantes instrumentos da saúde suplementar. Segundo o Caderno de Saúde Suplementar da Agência Nacional de Saúde Suplementar – ANS de junho de 2015, dos 50,5 milhões de beneficiários de planos médico-hospitalares com ou sem odontologia, 80% pertencem a planos coletivos.
Veja Mais

A importância do acompanhamento de desempenho dos contratos

Considerando os diversos desafios diariamente encontrados pelos gestores das operadoras de saúde no Brasil, ressalto hoje a importância do acompanhamento analítico dos resultados dos contratos coletivos.
Veja Mais

COMUNICADO IMPORTANTE - Resolução Operacional nº 1.909

A Agência Nacional de Saúde Suplementar ? ANS publicou a Resolução Operacional nº 1.909 no Diário Oficial da União de 01 de outubro de 2015, estabelecendo as regras acerca da concessão da portabilidade extraordinária aos beneficiários da Unimed Paulistana.
Veja Mais

COMUNICADO IMPORTANTE - Cancelamento dos produtos sem beneficiários

Conforme nota divulgada no site da ANS, a partir do dia 05/10/2015 os produtos registrados que não possuírem beneficiários vinculados serão cancelados de forma definitiva, sem qualquer possibilidade de posterior reativação.
Veja Mais

VGBL Saúde: Solução para a insustentabilidade da Saúde Suplementar?

O acelerado envelhecimento populacional brasileiro demandará crescentes recursos para custear as despesas assistenciais da saúde. No âmbito da Saúde Suplementar esta situação é ainda mais agravada, uma vez que a legislação define limites na variação das mensalidades por faixa-etária que têm causado desequilíbrio entre as contraprestações e as despesas assistenciais de algumas faixas.
Veja Mais

O impacto da Judicialização na Saúde

A saúde suplementar é um segmento que contempla uma grande cadeia de produção como as Operadoras de planos médicos, odontológicos, hospitais, laboratórios, o próprio SUS, dentre outros prestadores, e que juntos trabalham para atender as necessidades do consumidor final, os beneficiários.
Veja Mais

AUDIÊNCIA PÚBLICA 03 – Sobre a RN 159/07

No dia 08 de setembro de 2015 a ANS realizou audiência pública no Rio de Janeiro com a finalidade de obter subsídios, informações e sugestões ou críticas relativas à proposta de alteração da RN 159/07, que trata dos ativos garantidores das provisões técnicas exigidos das Operadoras de Planos de Saúde.
Veja Mais

Seguro de Responsabilidade Civil Profissional - RCP

A responsabilidade civil é caracterizada pela falta de intenção de prejudicar o outro. Ou seja, a possibilidade existente no dia a dia dos mais diversos profissionais.
Veja Mais

Comunicado Importante - ATUALIZAÇÃO DOS VALORES DA TSS

Conforme publicado no DOU nº 167, de 1º de setembro de 2015, seção 1, página 9, a PORTARIA INTERMINISTERIAL Nº 700 de 31 de agosto de 2015, atualiza monetariamente os valores da Taxa de Saúde Suplementar, instituída no artigo 18 da Lei 9.961.
Veja Mais

Atenção Primária a Saúde (APS) em Operadoras de Saúde

O conceito de Atenção Primária à Saúde (APS) tem um relativo entendimento consensual, entretanto, há diversas concepções sobre seu significado.
Veja Mais

A sustentabilidade dos planos de saúde interessa a muita gente

O universo dos planos de saúde é formado por milhões de usuários, uma rede de prestadores de serviços, cerca de 1440 operadoras e a ANS. Complementando o mercado e não menos importantes temos as associações profissionais e empresariais diversas, os órgãos de defesas do consumidor, o judiciário, a mídia, as indústrias de OPME, as indústrias farmacêuticas e vários outros grupos.
Veja Mais

Operadora X Prestadores

É histórica a conflituosa relação entre as operadoras de planos de saúde e os prestadores de serviços médico-hospitalares no Brasil. E no meio dessa difícil relação se encontra o beneficiário que sofre com a falta de informação e baixa qualidade de atendimento.
Veja Mais

Sobre os custos das Operadoras e o modelo de remuneração de Prestadores

As despesas das Operadoras de planos de saúde são definidas por uma combinação de variáveis, sendo que entre elas destacam-se: Nível de utilização dos serviços (por exemplo: quantas consultas espera-se que sejam realizadas, quantos exames e internações, etc.)...
Veja Mais

A visão da ANS

Em 2015 assumiu José Carlos de Souza Abraão como Diretor Presidente da Agência Nacional de Saúde Suplementar. Nesta cadeira assume o árduo desafio de estabelecer diretrizes ao que corresponde a um mercado com faturamento anual de R$ 127,1 bi, conforme números divulgados no Anuário 2014 da ANS. Em painel realizado no X Congresso de Operadoras Filantrópicas no mês de julho de 2015 declarou suas intenções a frente do setor.
Veja Mais

Variação dos Custos Médico-Hospitalares x Índices Gerais de Inflação

No mercado, são frequentes as comparações entre os índices de Variação de Custo Médico Hospitalar (VCMH) e os índices gerais de inflação, isso porque, geralmente, o primeiro apresenta-se superior.
Veja Mais

A Strategy Consultoria é premiada pela quarta vez no Troféu TOP BRAZIL Quality

O Troféu TOP BRAZIL Quality possui a missão de incentivar e contribuir na jornada para a excelência! Assegurando a prosperidade do cidadão e a competitividade do País. Tem o intuito distinguir e destacar empresas e empreendedores no mercado, valorizando o produto nacional e reconhecendo publicamente cidadãos que não esperam, mas sim fazem acontecer!
Veja Mais

Alteração no Processo de Ressarcimento ao SUS

A partir do ano de 2011 a cobrança do ressarcimento ao Sistema Único de Saúde vem aumentando drasticamente, chegando a R$360,6 milhões em 2013 e a expectativa é de continuar o aumento para os próximos anos. Foi divulgada em 11 de maio de 2015, por meio do Diário Oficial da União, a Resolução Normativa – RN nº 377, que alterou a RN nº 358/2014, e a Instrução Normativa – IN/DIDES nº 58, que alterou a IN/DIDES nº 54/2014, as quais dispõem sobre os procedimentos do ressarcimento ao SUS.
Veja Mais