Artigos|

Sobre os planos populares

Desde o início do segundo semestre deste ano, uma proposta do Ministério da Saúde sobre a criação de planos de saúde populares tem gerado grande repercussão entre os interessados nos temas saúde suplementar.
Veja Mais

Uber da Saúde

No último artigo escrevi sobre as Clínicas Populares, nova modalidade de concorrência no mercado de saúde suplementar e nesse venho falar sobre uma inovação no atendimento médico, o popularmente chamado “Uber da Saúde”.
Veja Mais

Contratante x Operadora

O mercado de saúde suplementar vive em constante evolução. A Agência Nacional de Saúde Suplementar – ANS buscando melhorias ao setor continua apresentando normativas “desafiadoras” para as Operadoras que muitas vezes envolvem diretamente o relacionamento com os contratantes.
Veja Mais

Sistema de Saúde no Brasil

A atividade de saúde é um setor produtivo responsável pela geração e pela circulação de valores tão expressivos quanto limitadamente conhecidos. A produção de informação detalhadas sobre a estrutura, a distribuição e a evolução destes valores é fundamental para a tomada de decisões, a formulação e o acompanhamento de políticas públicas no setor.
Veja Mais

Nota Técnica de Inadimplência – Administradora de Beneficiários

Atualmente os planos de saúde coletivos são o principal acesso da população à assistência médico-hospitalar privada no Brasil. Do total de 48,8 milhões de consumidores que possuem planos de saúde contratados , 80 % estão vinculados a planos de saúde coletivos.
Veja Mais

A Sustentabilidade do Setor de Planos de Saúde

Avaliando a situação dos Planos de Saúde hoje, identificamos que somente nos primeiros 5 meses de 2016 tivemos uma queda de1,1 milhão de beneficiários o que representa uma perda no número de beneficiários de 2,2% segundo a ANS.
Veja Mais

Sobre o plano de inativos

É comum que as Operadoras tenham dúvidas sobre como lidar com os beneficiários inativos dos contratos coletivos, sobre em que plano manter, com qual preço, por quanto tempo, como cobrar, entre outras questões sobre as quais frequentemente somos questionados na condição de consultoria.
Veja Mais

Nova modalidade de Concorrência.

Os planos de saúde perderam 617 mil clientes no primeiro trimestre deste ano, conforme dados divulgados pela Agência Nacional de Saúde Suplementar. Em março de 2016 o setor reuniu no país 48,824 milhões de beneficiários em planos de assistência médica, apresentando uma queda de 1,25% de beneficiários em relação a dezembro do ano passado.
Veja Mais

Uso de Big Data em Saúde Suplementar

No modelo assistencial em vigor no Sistema de Saúde Suplementar do Brasil a remuneração para seus prestadores é por procedimento, baseados em tabelas padronizadas e pagamento da sua força de trabalho por salário. O grande problema, entretanto, é que quanto maior o volume de produção maior será da renda os prestadores e maior será o custo das Operadoras.
Veja Mais

Cartilha sobre Acompanhamento Econômico-Financeiro – ANS – RN400/2016

Ao longo de 2015 e agora nesse primeiro semestre de 2016, temos acompanhado o decréscimo do número de beneficiários em diversas Operadoras de Planos de Saúde (OPS), principalmente devido à retração do mercado com consequente aumento do volume de demissões, causando uma baixa significativa da quantidade de clientes nos contratos empresariais.
Veja Mais

Os primeiros passos da Operadora para o produto de Atenção Primária

Nos últimos anos as Operadoras brasileiras tem se mostrado mais abertas ao conceito do produto de atenção primária inspirado nos modelos Europeu e dos EUA.
Veja Mais

Modelos de Remuneração – Discussões e Readequações necessárias

O fenômeno dos custos crescentes em saúde é uma realidade, e é pouco provável que sofra alguma mudança positiva no curto e médio prazos.
Veja Mais

Evento ASAP/ANS

O evento, que foi desenvolvido pela ASAP, em parceria com a ANS, apresentou um panorama dos programas de promoção da saúde e prevenção de doenças nas empresas brasileiras e uma pesquisa para levantamento destas atividades. Neste mesmo dia foi aberta as inscrições das empresas para responder a pesquisa.
Veja Mais

Case Hospital Alemão Oswaldo Cruz

Três pilares explicam os resultados de saúde alcançados pelo Hospital Alemão Oswaldo Cruz, case apresentado no Fórum Internacional ASAP 2016, em abril.
Veja Mais

UNIDAS debate desafios normativos e regulatórios para as autogestões no 7º Seminário

Terminou ontem (3), em Brasília, o 7º Seminário UNIDAS - DESAFIOS NORMATIVOS, REGULATÓRIOS E DE ATENÇÃO À SAÚDE PARA AS AUTOGESTÕES. Este é um dos mais importantes eventos do segmento e reuniu mais de 300 profissionais ligados ao setor de saúde. O objetivo principal foi debater questões relacionadas às agências reguladoras - Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) e Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) -, além de outros órgãos do governo, para desenvolver estratégias e ações para o segmento.
Veja Mais

Margem de Contribuição de Contratos Coletivos

Diferentemente de outros ramos do seguro, no mercado de planos de saúde não existe limitação do valor do sinistro, ou seja, as operadoras de planos de saúde comercializam cobertura de despesas assistenciais sem limite financeiro.
Veja Mais

A Lei 13.003/2014 e algumas de suas implicações

A Agência Nacional de Saúde (ANS) lançou no início de abril e está disponibilizada até 31/05 uma pesquisa sobre a contratualização entre as Operadoras de Saúde e seus prestadores de serviço. O objetivo da Agência é conhecer um pouco mais a fundo como está esse relacionamento no setor. Uma grande preocupação da ANS nesse caso foi deixar bem claro em algumas repetições que o objetivo da ação NÃO É, de modo direto e imediato, FISCALIZATÓRIA. Deixa claro que a resposta é voluntária com apenas uma resposta por Operadora (...).
Veja Mais

Diferenciação entre área de abrangência e área de atuação

Frequentemente confundimos o que significa a área de abrangência de um determinado produto, a área de comercialização do produto e a área de atuação da Operadora, desta forma o objetivo deste texto é esclarecer de forma simples e didática a correlação entre estas informações.
Veja Mais

Carteira de produtos Individuais e/ou Familiares

Alguns anos atrás, produtos Individuais e/ou Familiares eram considerados “problemáticos” , principalmente por que as operadoras não concordavam em negociar o reajuste estipulado pela Agencia, considerando não ser o mais “adequado” a realidade da carteira.
Veja Mais

Risco Moral na Saúde Suplementar

Os beneficiários de planos de saúde estão expostos ao risco moral, que é uma tendência de mudança de comportamento quando as despesas estão previamente cobertas. Essa tendência resulta no excesso de demanda dos serviços de assistência à saúde, muitas vezes desnecessária.
Veja Mais

Novos Desafios e Velhos Problemas

O mercado de planos de assistência médica (com ou sem odontologia) está encolhendo. A edição de dezembro de 2015 do Caderno de Informação da Saúde Suplementar apontou que o número de vínculos perdidos no ano de 2015 ultrapassou 400 mil.
Veja Mais